Quarta-feira, 18 de Abril de 2007

Eu...

Ontem não estava nos meus dias, nem todos podem (infelizmente) ser dias bons, no verdadeiro sentido da palavra... e chateada como estava, por motivos que nem me apetece falar aqui, nada como desforrar-me no McDonald's, podem não acreditar mas saí de lá mais satisfeita...

De seguida fui dançar, queimar calorias ingeridas, e foram quase duas horas em que encarnei a personagem de uma verdadeira sevilhana, transpirei por todos os poros e ao som da música flamenga libertei-me de amarras invisíveis... e quando saí da escola já a noite ía longa e apeteceu-me de repente ser uma criança de cabelos ao vento, continuar a dar uso à minha saia (que não tirei), e aos meus saltos altos e dançar ali, na estrada, sem ninguém por perto, com os olhos postos nas estrelas sem pensamento algum...
 
E de repente, como há muito tempo não tinha, tive saudades do sorriso despreocupado e constante... de uma vivacidade contagiante... Quando somos cianças não damos valor, simplesmente porque não temos de dar, nem tão pouco temos capacidade para pensar nisso, mas  é tão  bom correr livre de amarras... em passos pequeninos saltitantes... ou em correrias loucas galopantes ... por todo o lado!
 
Ontem, como nunca, tive saudades dessa felicidade inconsequente... dessa alegria envolvente... que iluminava o nosso olhar de cor... de luz. Apetecia-me rir... rir sem motivo algum, porque só quando somos crianças isso nos é permitido... quando crescemos temos de ter um motivo para tudo!
Hoje estou...:
publicado por Carla às 11:01
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De barafundida a 18 de Abril de 2007 às 13:42
No entanto a vida deu-te a oportunidade de viveres isso tudo outra vez... com a tua filhota.
Nunca te aconteceu esboçar um sorriso que ela transforma num riso que te contagia? E dás por ti estás a rir de nada... só de cumplicidade!
Bjs
De Carla a 18 de Abril de 2007 às 15:01
Claro que sim... e é mesmo uma questão de cumplicidade que só tem filhos percebe, e eu iria mais longe até... só quem é mãe é que percebe!
Masos filhos têm esse poder: de nos fazer viver coisas/ situações que julgávamos esquecidas, e que são tão boas!!
Bjs
De António a 18 de Abril de 2007 às 14:44
sou fã de mulheres em saltos altos
De Moura ao Luar a 18 de Abril de 2007 às 17:12
Ontem tb senti uma necessidade subita de ir ao mac... e fui mesmo... e dançar é muitooooo bom
De Carla a 18 de Abril de 2007 às 18:43
É incrivel como comer "porcaria" que nos sabe bem, mas não de todo aconselhável nos deixa logo com outro espírito...
Dançar é óptimo!!!!

Volta sempre...

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Quero férias!!

. A magia da noite

. 7 verdades sobre mim...

. ... e outra vez!

. Fui nomeada uma...

. Cansada...

. Íman

. Que saudades...

. ...

. Pequeninas grandes coisas...

.arquivos

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds