Segunda-feira, 19 de Março de 2007

Espelho de mim

Hoje vivo momentos de tristeza que não vou explorar aqui, e peço desculpa a quem não queria que eu exprimisse aqui essa tristeza, mas eu gostaria que este blog fosse cada vez mais um espelho de mim… E neste momento de muita tristeza, faço uma viagem ao interior daquilo que sou hoje. Encontro neste tão árduo caminho, uma mulher rica em pensamentos, cujos sonhos e delírios a fazem viver e ambicionar sempre por mais e mais, em tudo... é, eu sou assim, exigente comigo, exigente com os outros e exigente com a vida. Pelo decurso vou-me interrogando sobre diversas coisas e situações, se vale a pena, se eu mereço, se os outros merecem, até quando, enfim... Deparo-me também com um conjunto de porquês, cujas respostas me deixam insatisfeita mas, ao mesmo tempo, me transmitem alguma da serenidade que necessito, para acalmar a dor que sinto dentro de mim. Possivelmente não conseguirei explicar tamanhas contradições, se alguém conseguir que me ajude. A felicidade compra-se? É que se se compra eu quero saber onde... Hoje não digo apetece-me chorar, hoje digo já chorei mais do que a conta, mas não quero chorar mais, já chega! Não posso chorar mais, senão qualquer dia pouco sobra de mim, e nada justifica que eu me destrua a cada dia...
Hoje estou...:
publicado por Carla às 14:20
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De oamante a 19 de Março de 2007 às 16:36
Para te demonstrar que o que sentes não é só vivido por ti, mas por muita gente, visita o link abaixo e verás como não estás só.
A felicidade é difícil de se obter, mas temos de ir vendo na vida que temos algo de positivo que nos possa dar alegria.
O link é este:

http://viradadoavesso_eu.blogs.sapo.pt/5858.html

E lembra-te: tens-nos a nós todos aqui deste lado, sempre que precisares!
De Carla a 19 de Março de 2007 às 17:37
Obrigado, mas não consigo ir ao link, dá erro...
A minha filha dá-me alegria e devolve-me o sorriso que possa ter desaparecido no final de cada dia!
De oamante a 19 de Março de 2007 às 17:52
O que se passa é que a Felicidade parece ser uma ilusão, algo que só acontece aos outros. Contudo, se repararmos bem, há aspectos da nossa vida que nos passam despercebidos, mas são alavancas para o paraíso interno de cada um.
E chorar não faz nenhum, pois as lágrimas são infinitas, tal como a tristeza. Só a Felicidade é finita!
Agora, as lágrimas costumam limpar a alma, são como as tempestades após as quais vem a bonança.
A tua filha e outros momentos e pessoas fornecem-te a felicidade de que necessitas. Talvez estejas a pedir muito, ou a procurar no sítio errado. Não sei, minha Carla, mas tens de tentar a cada dia, levantar-te e procurar a felicidade.
Se não a encontrares... não há problema: no dia seguinte tens outra hipótese... and so on!
Sorri, não porque a câmara da loja te esteja a filmar, mas porque estás nesta grande loja do universo!
De Lobo Bom a 19 de Março de 2007 às 18:34
Vulcãozinho,
Com a quantidade de trabalho que tens não sei como arranjas tempo para ser infeliz. É uma brincadeira é claro.

Tira partido dos bons e dos maus momentos o melhor que poderes e tenta unir a tua família que essa eu sei que te torna feliz.
Mas uma coisa te posso dizer que tens muito e pouco valor lhe dás. E tudo isso porque simplesmente tens.
Por vezes assusta-me o caminho que queres seguir porque sinto que hoje é um e amanhã é outro. Cimplifica amor, simplfica.


De Patrícia a 19 de Março de 2007 às 22:17
às vezes temos aFelicidade na palma das mãos... mesmo ali bem ao nosso lado... e recusamo-nos a vê-la... a querer senti-la pq a temos como algo tão grandioso da qual não somos merecedores qu epreferimos fugir dela... Com o mal dos outros podemos nós bem e há tb quem diga que cada um tem apenas a cruz que consegue carregar, mas a verdade é que olhando à nossa volta encontramos uma multidão em busca da "felicidade", como se ela surgisse em pacotes e vendida em rolos e significasse não ter mmentos em que as lágrimas nos cubram a alma e a face... E se olharmos com atenção, vemos pessoas que têm tão pouco, meno sque nós e são tão felizes... Os seus olhos guardam uma luz que vem do interior e que encontram um motivo para sorrir nas pequenas coisas que Deus nos deu: o sol que nasce tds os dias; a chuva que cai no iverno; a andorinha k regressa tdas as Primaveras à borda da nossa janela; a flor que nasce no meio da calçada contra tdas as probabilidades. Cada vez mais somos assim: flores que crescem no meio de pedras...Já somos poucas, mas existem e teimam em sofrer e chorar e ficar tristes com a desilusão fútil a que a raça humana se tende a tornar... A sociedade exige tanta coisa para sermos felizes k mtas vezes já o somos e temos o k é preciso e n reconhecemos!Tens um excelente marido, uma filhota linda, fazes o k amas, tens vida nesse coração e nessa alma... Convence-te k o k passas agora é apenas um mmento e k tens oportunidade de o tornar um breve momento de tristeza, para saboreares melhor a felicidade qd abrires o teu coração sem medo a ela...Basta ACREDITARES! Rejubila-te com o que tens e não amargures pelo que gostarias de ter. Mas luta sempre, com o rosto limpo e sorridente, pelos teus sonhos e olha para as derrotas tb com um belo soriso! Um jinho gd amiga, e :).

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Quero férias!!

. A magia da noite

. 7 verdades sobre mim...

. ... e outra vez!

. Fui nomeada uma...

. Cansada...

. Íman

. Que saudades...

. ...

. Pequeninas grandes coisas...

.arquivos

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds